Loa aos candidatos

Elegantes senhoras candidatas e (auto)honrados senhores candidatos à Presidência do Brasil. Antes de tudo, respondam com a mais pura sinceridade, com a mais elevada ética e com a mais verdadeira e descente honestidade: porque e para que vocês querem ser a/o presidente do Brasil? Já pensaram nas respostas? Se vocês disserem a verdade verdadeira, só a verdade, nada mais, então sereis os bons exemplos de vida para todas brasileiras e todos brasileiros. Loas a vocês. Pois bem, agora escutem atenciosamente os louvores que seguem a cada uma e a cada um.

Henrique Meirelles – Mostre como se maquia bem e com estética perfeita um ambulante de cara pálida, face desavergonhada de um defunto falante, que se apresenta diante das câmaras como um “condotiere” –   príncipe nada demagogo – salvador do Brasil em frangalhos. Diga para os menos de 1% de seus eleitores e os 1% de apoiadores ao oportunista e golpista de cara deslavada, Temer, que você irá realmente colocar o Brasil nos trilhos – não nos trilhos dos trens, nem dos metrôs – dos bitrens nas estradas de rodagem esburacadas. Antes de tudo, você irá modernizar o império absoluto do sistema financeiro; irá modernizar as leis trabalhistas, retrocedendo aos tempos pré getulistas; você irá modernizar o INSS aumentando a idade para 80 anos para aposentadorias; você irá acabar, extinguir o SUS. Será uma modernização única cabal. Você atingirá 1% dos votos.

Geraldo Alckmin – Continue a se exibir com elegância encenada e aguente sempre e até o fim encenar essa cara ridente, de boca cheia de dentes perfilados em simetria perfeita. Apesar de uma cabeça de poucos cabelos.  Continue persistindo em dizer que você irá continuar a dar toda a atenção e prioridade exclusiva aos acionistas nacionais e estrangeiros, aos únicos investidores financeiros rentistas, às elites imperiais do petróleo brasileiro e mundial. Diga e comprove que você irá implantar a privatização total e definitiva da Petrobras, da Eletrobras, das reservas de minerais, da água, dos portos e aeroportos, dos pedágios, do Banco do Brasil e da Caixa Econômica; diga e prove que você irá privatizar a educação pública, as universidades e os institutos tecnológicos federais, as universidades estaduais; que irá reduzir ao mínimo as bolsas de estudo, o financiamento da pesquisa, irá privatizar a saúde pública; diga às claras que estes programas sociais são totalmente honerosos para o Estado brasileiro. E por força e alteza de sua inteligência, você escolheu a mulher dos seus sonhos para candidata à vice. Assim, você será celebrado pelas elites do alto capital do Brasil e do estrangeiro.

Jair Bolsonaro – Continue e persevere nessa sua postura de autoridade suprema, sagrada e consagrada pelo poder celestial. Diga sem fim e prove aos brasileiros que os únicos e verdadeiros culpados pela crise desastrosa do Brasil de hoje são os “marxistas”. Prove que os marxistas brasileiros são o único e grande monstro que coroe e arrebenta a vida dos brasileiros. Implante o ensino à distância para as crianças, os adolescentes e os jovens pobres para combater o “marxismo”. Dia e noite, vinte quatro horas por dia eles irão cantar e decantar esta praga humana. Mas, cuidado, não pode falar de partidos políticos, de ideologias nas escolas. Menos ainda, no ensino à distância. Você irá baratear ainda mais a educação dos pobres, hoje muito cara e dispendiosa. Prove aos bolsomísticos, aos bolsofurados, aos bolsovazios, aos bolsorotos, aos bolsopastores que você vai salvar a vida – terrena e celestial – dos crentes, dos pagadores exemplares do dízimo, colocando militares na metade dos ministérios da Presidência. Esses, sim, irão impor e garantir a autoridade, a ordem, a disciplina ao povo brasileiro. Assim, você será o bolsoautoridade salvador dos bolsomilitares.

Marina Silva – Mostre às brasileiras e aos brasileiros, ávidos e aficionados pela moda feminina mais elegante, o caminho passo-a-passo como uma menina “seringueira do mato” conseguiu chegar à modelo de moda mais elegante, nobre e cara da sociedade. E não desfaça aquele meticuloso coque na cuca e nem os cabelos penteados, esticadinhos meticulosamente, rentes à cabeça. Continue ridente com aquele rosto maquiado de rugas escondidas, banindo a tristeza, as preocupações da vida do dia-a-dia. E controle rigorosamente a comida para não perder a elegância do corpo, com os brincos nas orelhas, com as correntes de ouro e prata no pescoço, com as roupas e sapatos da moda mais refinada e elegante de cada dia. Assim, você será a presidenta modelo de moda feminina mais chique do Brasil.

Bem, as loas aos demais candidatos vou deixar para tecer na próxima crônica do dia 22 de agosto.

José Kuiava Contributor
Professor, pesquisador, escritor
José Kuiava é Doutor em Educação pela Faculdade de Educação da Unicamp (2012). Atualmente é professor efetivo- professor sênior da Universidade Estadual do Oeste do Paraná. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Planejamento e Avaliação Educacional, atuando principalmente nos seguintes temas: autobiografias.inventário da produção acadêmica., corporeidade. ética e estética, seriedade, linguagem, literatura e ciências e riso.