Passagens

o blog do Wanderley Geraldi

Escrever sem amarras

Não perdi a vontade de escrever. Quero, e preciso dizer, enquanto posso que tenho em mim todas as cores do mundo, e por minhas palavras falam pessoas várias. Umas precisam mais do que outras das minhas escrituras, embora nenhuma delas me leia ou sequer saibam da minha...

É PRECISO LEVAR PARA AS AULAS O FILME A ONDA

Não importa de que disciplina você dá aulas, não importa o nível de ensino em que você atua. É PRECISO VER COM OS ALUNOS O FILME “A ONDA”. Este é um apelo de professor aposentado!!! Já não tenho turmas, já não dou aulas. Mas participei da formação de muitos...

E VIVA A DEMOCRACIA! QUE DEMOCRACIA?

É uma manhã cinzenta sem sol. Domingo, dia 7 de outubro do ano 2018. Estou farto, com cérebro latejando e doendo muito, de ouvir mentiras, promessas e ameaças deslavadas de políticos, feitos candidatos desavergonhados. Rindo nas nossas caras em troca dos nossos votos....

É o que o povo quer?

Olhando o mapa da votação, não dá para esconder o sol com a peneira. É o que o povo quer, sim. O povo alemão também quis. O povo alemão fez de conta que não sabia de nada. O povo alemão tem vergonha de sua história. O povo alemão somente voltou a olhar para sua...

Cabanos!, de Carlos Arruda

Esta novela histórica retoma a revolta ocorrida no Pará, entre os anos de 1835, com duração até 1840 quando, definitivamente, os revoltosos foram eliminados pelos governos indicados pela Corte do Rio de Janeiro. Pela narrativa, o estopim que leva à rebelião foi o...

Da produção do texto escolar (1)

A inclusão de um de um minicurso ou de um grupo de reflexão sobre a produção de textos escolares no contexto de uma Jornada Nacional de Literatura é, por si só, motivo para uma reflexão. Afinal, neste encontro, não são os escritores, iniciantes ou consagrados, aqueles...

DIA 7 DE OUTUBRO – VOTAR: UM FLAGELO

Na luta política, todas as armas são boas? De imediato, preciso engrandecer e melhorar a pergunta. Nas lutas e nas disputas pelo poder hegemônico de governar o país é permitido o uso de todas as armas – argumentos ideológicos antiéticos e antimorais, armadilhas...

A bala de prata ficará na culatra

  A PF concluiu que Adélio Bispo de Oliveira, em sua tentativa de homicídio, agiu sozinho quando feriu o candidato fascista em Juiz de Fora: “Ficou claro que o motivo era o inconformismo político do senhor Adélio com os projetos políticos do candidato. A conclusão é...